Solidão é pretensão de quem fica
escondido
Fazendo fita

30.11.09

pra me deixar normal só uma overdose de você
pra me pirar legal só uma dose dupla desse mal
Ah!
Enche a taça..

Osho by me

Estou aqui para dizer-lhes algo
que é absolutamente inacreditável:
vocês são deuses e deusas.
E se esqueceram disso.
 
Esqueça essa história de querer entender tudo.
 
Cuide de seus pensamentos, pois são eles que criam a vida ao seu redor. Simples assim.
 
Comece a meditar o mais rápido possível, e se conheça. Assim a opnião dos outros não será mais necessária. Rótulos serão rejeitados naturalmente. No silêncio estão suas asas.
 
Seja criativo. Faça o melhor a partir do pior, isso que chamo de Arte.
 
Tenha coragem. A palavra coragem é muito interessante. Ela vem da raiz latina cor, que significa "coração". Portanto, ser corajoso significa viver com o coração. E os fracos, somente os fracos, vivem com a cabeça; receosos, eles criam em torno deles uma segurança baseada na lógica. Com medo, fecham todas as janelas e portas – com teologia, conceitos, palavras, teorias – e do lado de dentro dessas portas e janelas, eles se escondem.

Por isso sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte por aquilo que faz o seu coração vibrar. opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as conseqüências.


E não se esqueça nunca de aproveitar seu silêncio.
 




O CORPO DORME PORQUE ESTÁ CANSADO, MAS AS PERGUNTAS CONTINUAM.
E NEM PRECISO DAS RESPOSTAS.

29.11.09

te confundo. te fascino. te assusto. te arranco um sorriso.

in.teira

Frases exageradas que me conduzem ao extremo onipresente de uma viagem sem regresso. Sapatilhas surradas que calçam como luvas. E aquele vestido conta histórias que até então seriam absurdamente sufocadas, como as idéias que me povoam inteiradas em serem o Ser. Letra a letra deixo um rastro de supostas intenções esfervecentes onde o único pecado original é o sonho, é a vida em extrema expressão sanguínea, é o momento em pêlo. E tudo ao som em ser ouvida. Em carne. Exibida. Exibida. Exibida.
He

- Dança pra mim

She

- Bota os som
AH!
o gosto.
'Com duas gotinhas de Chanel no 5'

O eterno retorno

“ E se algum demônio dissesse para você que esta vida, conforme a vive agora e viveu no passado, terá que ser vivida novamente e inumeráveis outras vezes; ela não terá nada de novo, mas cada dor e cada alegria e tudo de inefavelmente pequeno ou grande em sua vida retornará para você, tudo na mesma sucessão e seqüência que você escolheu...”


“Viver de maneira segura é perigoso”

(trechos tirados do livro 'Quando Nietzsche chorou')


Para Nietzsche nossas vidas continuarão se repetindo infinitamente para todo o sempre, exatamente da mesma maneira como as estamos conduzindo agora. Ou seja, erros e tristezas sempre acontecerão, vitórias  e alegrias sempre acontecerão e o melhor de tudo é que a gente escolhe aqui, agora e sempre no presente momento, no nosso cotidiano o que vamos viver eternamente. Correndo riscos. As escolhas são suas. Ame-as.

Adoro essa teoria. Como se várias vidas, tempos e épocas corressem paralelamente. Enfim, adoro essa posição intensamente humana de poder escolher e me deliciar exatamente com o que eu realmente desejo. Deixando orgulhos e pequenices amadoras de lado, já que estou fadada a viver essas histórias eternamente. O hoje é o meu melhor dia.


A vida em círculos do começo ao fim, do começo ao fim, do começo ao fim... como tudo é na vida.

28.11.09

Em destaque: 21 gramas

e hoje o som das minhas palavras não escondem mais os desejos nos meus pensamentos. De boca aberta em sentido horário do umbigo.
...na nuca.
Maluca.
Delírios.
...na cuca.

antes tarde. do que nunca.
E continuo fazendo tudo por amor.
Telepaticamente.
Ativamente.
Vulcânica.
Agora.
Quanta saudade

de poder rasgar o verbo afiado da minha língua profilaticamente travessa que escorre pelos meus dedos intelectus sapiens ligados a minha mente pulsante de idéias ativas em detalhes absurdamente reais. Sem papas, sem média, sem lacre, vou invadindo meu espaço nesse planeta apertado, esgotado, de bobeiras futurísticas e passados atormentados, que na verdade só existem na mente, e que de tempos em tempos nomeamos de saudade.


Tô de volta depois de uma semana angustiante diante do tempo. Do tempo de espera.


E agora...quero gozar no final.


Meu sonho é ser imortal.



Tempo de amar


a começar por si mesma.

Presente

- E ae, como você está?

- Tô aqui e agora.

18.11.09

Toda a mãe é santa, a incerteza é que traz inspiração.
to precisando de emoção. Das fortes.
sem cartão de visita.
Daquela que passa a mão na Bunda da razão.
Que faz seus ursinhos carinhosos de Pelúcia se rasgarem no Rock'n Roll, roubarem o carro encantado e acelerarem na contramão. Yeah!
- Três doses de Tequila, limão e frisson.


Prenuncio de estrelinhas rodopiando...de sangue errando de veia.
Sinfonia de uma noite inquieta


'...não me mastigue assim'
-


Sou como um ser de outra existência, que passa indefinidamente interessada, através desta.


-

This is it... or something like that


17.11.09

Meu lance não é poesia, confesso que faço uso de retórica alucinógena mesmo.

me inspire

e expire.
-Minha perspectiva-


E o primeiro toque de prazer que me deu foi com palavras. Homens inteligentes vão direto ao meu “ponto G”, o ouvido. Ele nem precisava criar situações para me envolver, mas deixei, queria entender seu modus operandi.

Um lorde, um vampiro pós-moderno sem presas, sem imortalidade e que anda entre trabalhadores. Um ser assim já tem nome em psiquiatria, mas eu não aprecio rótulos e me encanto demasiadamente com homens inteligentes.
E mesmo graduada em 'reconhecer um vampiro em todas as épocas', me deixei levar por seus desejos trágicos; ou seriam meus.









Esse texto me comoveu. Encontrado entre blogs fascinantes que me apresentam escritores de todo o mundo a todo instante.

Só tenho a dizer:
-Encantada, Coltázar.


'-ninguém enriquece com a literatura se ao mesmo tempo não for capaz de chupar um pêssego aproveitando a mão livre para levá-lo a boca, se não fizer amor entre duas páginas, se não se debruçar na janela para saber que durante o último mês cinqüenta crianças morreram queimadas na região se Saigon, e que em Biafra os nigerianos ajudados pelo nobilíssimo Reino Unido degolaram todos os pacientes de um hospital; será preciso repetir, professor Papalino Zeta, que a literatura não é um terreno privilegiado no sentido escapista que tanto convém e adorna? Biafra e o erotismo, a chuva de napalm e os Jogos Venezianos de Lutoslawski: a poesia continua sendo a melhor possibilidade humana de realizar um encontro que ninguém descreveu melhor que Lautréamont e que pode fazer do homem o laboratório central de onde algum dia sairá o definitivamente humano, a menos que antes disso todos nós tenhamos ido para a casa do caralho.'

aos corações em prosa e verso

Abro a vida para escrever meus sonhos.
Isso é mais importante que acreditar e mais bonito que ver.
Desta única e intensa maneira, encontro meus desejos cada vez mais postos a prova.
Diante de mim. Me encarando.
E enxergo que eu sou a própria força que acalma o medo de ser mais forte que o mundo.
Errando
provando
sentindo
interagindo
libertando
me entregando.

Esta noite, debaixo de chuva

matei a minha televisão a pauladas e resolvi reciclar meus livros, reciclar meus hábitos...




Eu gosto de chuva.

16.11.09

- Aqui entre a gente;

- Não existe melhor compania do que a nossa própria.

-Saúde!
Hello world!
'Ouse, ouse... ouse tudo!! Não tenha necessidade de nada! Não tente adequar sua vida a modelos, nem queira você mesmo ser um modelo para ninguém. Acredite: a vida lhe dará poucos presentes. Se você quer uma vida, aprenda ... a roubá-la! Ouse, ouse tudo! Seja na vida o que você é, aconteça o que acontecer. Não defenda nenhum princípio, mas algo de bem mais maravilhoso:algo que está em nós e que queima como o fogo da vida!!'

Lou Salomé

As coisas









_ é assim e deixamos as coisas como estão?
  _ as coisas só precisam de um começo.
   _ mas no meio é quando sonhamos todas as coisas.
    _ e o fim é quando percebemos como somos tolos
 
 
(anna s.)

e minha imaginação abre qualquer segredo no mundo


15.11.09

- a psicologia ajudou um pouco, já a filosofia ridicularizou os monstros.

Puta que pariu, acho que tô viva.

... pois é, ando numa fase Heráclito que já perdura há uns trinta e pouquinhos anos. E com a lua em gêmeos esse ano, tomou proporções indizíveis.


Que os deuses me ajudem a viver com tão poderosa liberdade.
E viva como se a Terra fosse o céu

Avisei:

'não se apaixone por mim'

O corpo sempre diz a verdade - Confissão I: O Olhar

 A única igreja que ilumina, é a que arde













Toda menina tem um prima devassa


a minha, sabia manter o vestido limpo na missa de domingo.


Papai mandava me comportar igual a ela.


Obedeci.


(tirada de um blog fascinante)








14.11.09

E falo de alma.
Por aqui
corpo é excesso.

E ando satisfeita até o gargalo pelos seres que mais amo

E fica a vontade da vontade não nos deixar. Daí você deixa ela te agarrar com braços fortes, te lançar na parede, calar a tua boca. É a vontade de mundo, de tudo, de coisa..
- Venha mundo e me agarre! Simplesmente dá vontade e você diz, como quem quer sentir com os pulmões. Com um certo medo da distância que a vontade pode tomar. Um certo medo de sobrar você e imensidão.
- Rendida
E de todos os ângulos precisos sobra você e esse sorriso dormindo.

13.11.09

Dom

'Diego. princípio(...)
Diego. meu bebê
Diego. meu filho
Diego. meu amigo
Diego. eu
Diego. plutoniâno
Diego. netuniano
Diego. universo

Diversidade na unidade.
Porque é que lhe chamo Meu Diego?
Ele nunca foi e nem será meu de verdade.
Ele pertence a si próprio.'

O universo é um espelho


Caos embaixo, caos em cima.

12.11.09

E foi uma noite cheia de blá blá blás simpáticos..

cigarros e amigos apertados, chope gelado descendo em seda. E ele pra me ver dançar.

 'O meu maior desejo sempre foi o de aumentar a noite para a conseguir encher de sonhos.'




Vírginia Woolf
Natureza humana? Só se temperada com arte.

Pensei o quanto desconfortável é ser trancado do lado de fora;


E pensei o quanto é pior, talvez, ser trancado no lado de dentro.

Quarta, 8 pm.

- E você é tudo isso que escreve.

- Sim. Mas tambem sou tudo isso que não escrevo.
E tava com sds de dizer:

Amor Fati


E tava com sds de traduzir:

Ame a teu destino



e vou rabiscar no meu calcanhar.

9.11.09

me Gus ta tu

Astro saldo

Relacionamentos Plutônianos
Sensualidade Jupiteriana
Intimidade Saturnina

Não há Vênus que pague.
Nothing is real forever...
E foi uma noite inteira de muita vontade... com carinho, abraço e tatuagem. 

De encaixe,
contou de suas viagens
ouviu minhas bobagens
e tudo aquilo que um dia já tinha sido bom
podia ser melhor ainda.
Novidades,
profunda e em alta voltagem.
De pele, cheiro, língua, álcool e conversas de olho
Acontecendo aos poucos,
seduzindo a alma. 
Mostrar pro mundo a imensidão daquela vontade
- desejos mútuos da nossa liberdade -
Que destinada,
em missão de paz
parecia ter o prazer de brincar de pique esconde
com nossas asas.



(trilha sonora: Nirvana)







7.11.09

"Nesta direção"- disse o Gato, girando a pata direita - "mora um Chapeleiro. E nesta direção" -apontando com a pata esquerda- "mora uma Lebre de Março. Visite quem você quiser quiser, são ambos loucos."

"Mais eu não ando com loucos"- observou Alice.
"Oh, você não tem como evitar"- disse o Gato - "somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca".
"Como é que você sabe que eu sou louca?"- disse Alice.
"Você deve ser"- disse o Gato - "Senão não teria vindo para cá."


(Alice no país das maravilhas)
'.. e suspeitava que seus quadris escondiam asas'
Dê tempo ao tempo
ao tempo ao tempo ao
tempo ao tempo ao tempo...

5.11.09

Só a noite, e a noite a sós comigo.


Trilha sonora: Kasabian- secret alphabets
                      entre fumaça e outras músicas vou queimando tudo como boa feitiçeira.

Sentimento apocalíptico

e amei tanto que não havia mais espaço pra caber. E todo aquele sentimento persistia em parecer fadado a cataclismos universais de pura emoção. Não consegui esboçar a língua da realidade e explodi alheia ao que me rodeava. No fundo, a minha procura, era de nenhum outro prazer a não ser o feito a partir da análise da dor. Prazer e dor. Estamos vivos.

Dias sim Dias não Dias quem sabe

Da saudades de  
sentir aquele amor que dá falta de espaço.
Ao encantamento de se sentir
livre.

Então vem.

Vem bater de frente para que eu saiba mais. Vem porque, de qualquer forma, eu não tenho mais barreiras para me esconder. Diante da minha, até então, revolta, compreender nunca é o bastante. Quero confissões. Quero posses. Quero tudo que caiba dentro de mim nesse contexto de verdades escritas e não ditas.

-

e o que mais quero mesmo é te deixar falando, repetindo, discutindo, lembrando, pensando e questionando. Pra ver se você entende, pra ver se você acorda,  pra ver se você descobre,  por fim, o que é que eu senti das coisas que você não sabe.

3.11.09

Dois, três dias de semelhança de princípio de amor...

desassossego por Fernando Pessoa

(...) e a mais vil de todas as necessidades- a da confidência, a da confissão. É a necessidade da alma de ser  exterior.

Sê quem és e mostra-te o que prefiras.
E com suas botas nem tão nova nem tão velhas, ela dançou a noite inteira sem se importar com o que ainda ardia em seu corpo adentro, com tudo aquilo que ainda doía. E o mundo inteiro parecia mais feliz naquele momento intenso, sonoro, de um gole só... - O dj ensaiava intencionalmente o que combinava com aquelas botas de cor caramelo, belas botas, franjadas botas, suadas botas. Hipnotizado. Era uma multidão de sentimentos perpendiculares naquela fumaça. Todos em segredos ditos ao pé do ouvido por verbos intransitivos. Letra por letra arrancada de sua boca bem desenhada. Revelada, alargada. Um hálito de música ou de sonho, qualquer coisa que faça quase sentir, qualquer coisa que faça não pensar. E mesmo quem observava passivo de longe, era tocado pelo o universo que aquele par de botas iluminava.

Ela, como quem quer tudo, botava eles para dançar.



- de nada.

msg

-E hj eu te convidaria para um chope.

.

-E hj eu aceitaria.

.

-Precisada de pensamentos variados e parecidos. Ponte aérea?

.
.
.

1.11.09

E eu sou o outro você.
!Mãos ao alto!
Noites brancas.
Vem comigo.
Enquanto temos tempo.
Enquanto ainda há segredo.

Renda-se aquilo que te faz bem.


Supostamente à parte daquilo que o mundo esperava...e eles foram felizes para sempre, naquela noite.
inteira.

Transformada em versão engole tudo de uma só vez. Se der no fundo da boca.

'...se eles são famosos, I'm Rolling Stones'


hold me tite

minha voz já estava rouca. meus pensamentos mantinham o mesmo brilho de antes temido, mas minha voz já estava rouca.
Toda a intenção daqueles versos já não tinham o mesmo sentido. Desejos transcritos, amores perdidos, pecados rasgados e aquela luta interna que causa prazer, dores, transpirações. Parti sem deixar rastro. De volta aos crimes poéticos... Meu corpo ainda aguenta esse ballet desaforado. E vai dançar sempre.
Descriminadamente em amor por mim. Versão rouca.